Difaty Glasses
glasses
Difaty - Whatsapp Seta Cima

Difaty - FLUXO DE CAIXA: o coração da empresa

FLUXO DE CAIXA: o coração da empresa

FLUXO DE CAIXA: o coração da empresa

Nem uma empresa consegue funcionar bem sem um controle financeiro eficiente, as finanças costumam ser o calcanhar de Aquiles da empresa. Para isso, existe uma estratégia chamada fluxo de caixa utilizado como ferramenta para acompanhar os gastos e receitas do negócio em um dado período, como um mês ou semestre. É o coração da empresa e deve ser monitorado para garantir o seu bom funcionamento.



Um dos principais objetivos do fluxo de caixa é proporcionar a avaliação da saúde financeira. De forma simples, quando estão entrando valores maiores do que saindo significa que o caixa está com a conta no azul, certo? O fluxo de caixa serve também para tornar mais fácil a visualização do maior propósito da empresa que é gerar lucro. Alguns dos principais erros do negócio são:




  • Achar que tem dinheiro na conta da empresa é sinal de que o dinheiro vai bem.

  • Tomar decisões sem dados e análise.

  • Usar a conta da empesa como financiadora para as contas pessoais.

  • Não ter um planejamento financeiro.

  • Não saber para onde vai o dinheiro da empresa.



Depois de falarmos sobre o que representa o fluxo de caixa em uma empresa e dos erros do negócio de quem não controla corretamente seu fluxo de caixa, vamos conversar um pouco mais sobre a relevância dele para a saúde financeira. São muitos os motivos pelos quais vale a pena colocar a estratégia em prática.




  • Promove diagnóstico das finanças, pois é um instrumento gerencial para analisar a relação entre receitas, despesas e lucros.

  • Permite a realização de projeções dos valores que sairão da conta. Isso ajuda, por exemplo, a decidir fazer ou não determinado gasto no meio do mês, projetando como o caixa estará no último dia. Afinal, ter uma quantia disponível no dia 15 não significa que ela está livre para ser usada, certo? Provavelmente, existem contas fixas e outros gastos programados para a segunda quinzena e conhecer o caixa permite considerar isso desde já.

  • Facilita mudanças de rota, pois os registros de entradas e saídas também são utilizados em uma ação mais ampla de planejar suas finanças. Sabendo quais são suas receitas e despesas, há a possibilidade de perceber erros e acertos e otimizar as decisões. Por exemplo, passando a economizar mais quando notar-se um aumento nos gastos.

  • Ajuda a organizar os investimentos. O método do fluxo de caixa é fundamental para fazer projeções da renda que a empresa deseja investir em equipamentos, reformas ou marketing. Além de se relacionar com outro conceito indispensável para a saúde financeira da empresa e investimentos: a reserva de emergência.

  • Ter um fluxo de caixa ajuda a separar o dinheiro que lhe garante a segurança diante de emergências. Por sua vez, a reserva é extremamente útil para manter seu fluxo de caixa positivo, já que ela pode ser usada para não desestabilizar os orçamentos mensais.



Por isso o fluxo de caixa é tão importante!




Imagine as finanças da sua empresa como um balde, se você não cuida do dinheiro, você está trabalhando para colocar água em um balde furado. Para colocar a estratégia em prática é simples, basta desenvolver o hábito de registrar as movimentações financeiras para aproveitar todos os benefícios que citei. Uma dica que facilita essa ação é ter ferramentas, como uma planilha de Excel ou um aplicativo de finanças. As ferramentas tornam mais fácil a atividade de anotar tudo e também de projetar os gastos futuros para realizar planejamento.




As informações do fluxo de caixa são fundamentais para que o empreendedor faça um planejamento das ações do negócio, com objetivo de ter mais dinheiro. Se o empreendedor faz esse acompanhamento todos os dias, fica muito mais fácil identificar os “furos do balde” que estão desperdiçando o dinheiro da empresa e atuar para resolver antes que se trabalhe para jogar dinheiro fora.